"Rita Lee" celebra 40 anos do disco que mudou o Pop/Rock Brasileiro com reedição do vinil de 1980 - Virou Pauta

“Rita Lee” celebra 40 anos do disco que mudou o Pop/Rock Brasileiro com reedição do vinil de 1980

“Rita Lee” celebra 40 anos do disco que mudou o Pop/Rock Brasileiro com reedição do vinil de 1980
COMPARTILHE ESSA PAUTA!

Na primavera de 1980, não deu pra ficar imune a Rita Lee e Roberto de Carvalho.

Com um disco que mudou o pop/ rock Brasil e colocou todas as músicas nas rádios, a dupla escancarou intimidades, convidou a todos para viver o amor empapuçado que vinha experimentando, num caldeirão de estilos que marcaria definitivamente a obra do casal.

A semente já havia sido plantada no disco anterior, “Rita Lee” (1979) em canções como “Doce Vampiro”, “Chega Mais” e, principalmente, “Mania de Você”. E foi no disco “Rita Lee” (1980) que ela floresceu com mais força, ultrapassando o milhão de cópias somente no Brasil.

Hoje amplamente conhecido como “Lança Perfume“, o disco quebrou alguns paradigmas: o primeiro é de que não precisava ser careta para falar de amor. O roqueiro brasileiro – com cara de bandido, como dizia Rita em “Ôrra Meu”, a pauleira paulistana que fecha o disco – também ama. E Rita & Roberto amam com vontade, fora do lugar comum.

O tesão escorre das faixas como “Caso Sério”, uma das mais sensacionais num disco repleto de sensacionais. E dá-lhe sanduíche de gente. Figuras tão quentes, quanto poéticas, a cidade nua criada pela letra de Rita se funde numa mistura de gemidos e sussurros. Algo tão sensorial que parece que dá para tocar (no sentido do toque!) a música que sai da caixa de som.

Disco que mudou a música Brasileira

A quentura era tamanha que ficar de quatro no ato foi inevitável. E é o que Rita cantou em “Lança Perfume”, a música de maior sucesso do LP e a aula magna do rock/ pop brasileiro. Ousadíssima, não só driblou a censura como caiu no gosto popular.

De criança à dona de casa, passando por modernos, roqueiros e diferentes tribos: todos embalados pelo “Lança Perfume” de Rita. Muito do mérito vem do espírito livre do disco, marcado pela força da mulher que também compunha e cantava o prazer de ter prazer com ela. Não por acaso, Rita chegou a descrever a música como “uma coisa de suor, de cheiro”.

E não foi só o Brasil que desbaratinou ao som da música. Ela se tornou número 1 na França durante semanas. Conquistou a Europa toda, a América Latina, os EUA – entrando na parada da Billboard – indo parar no Japão e até em Israel. De príncipe Charles a Raffaella Carrà; de Gloria Estefan a Henri Salvador, Rita conquista o mundo. Mesmo com uma penca de versões para diversas línguas e muitas regravações de diferentes artistas, a original é imbatível.

O som é fresco. É moderno e ousado. Nunca se perdeu no tempo. Rita e Roberto pariram um disco atemporal. É, o pop brasileiro pode bem ser dividido em ALP e DLP: antes e depois de “Lança Perfume“.

Outra quebra está justamente na confirmação do estilo da dupla em misturar de tudo. O rock de Rita – legítima tropicalista – encontrou em Roberto um parceiro que não tem medo de ousar. E daí saíram os “rockarnavais” – como batizou a própria – como “Lança Perfume”.

Sucesso 40 anos depois

Quarenta anos depois, Rita Lee (o disco e a gênia) se mostram ainda mais atuais. Ainda mais necessários. Portanto, te convido a colocar o LP na vitrola – como era nos 80 e como está voltando a ser – naquela experiência sensorial de acompanhar as letras no encarte.

Sim, a reedição traz as artes originais – com direito ao nome de Rita escrito em dourado na capa, como era nos 80s. E um toque especial, que vai agradar aos fãs e colecionadores: o vinil da reedição é branco translúcido.

Na catártica “Nem luxo nem lixo”, Rita, naquela “canoa furada, remando contra a maré”, canta dois pedidos: saúde, pra gozar no final. E imortalidade. Imortal, sua obra já te tornou. Na certeza de que um dos luxos da vida está em ter o prazer de ouvir essa obra prima: Viva, Rita! Viva, Roberto! Obrigado por tanto. Saúde (e esse já é papo para outro disco)!

Guilherme Samora é jornalista e estudioso do legado cultural de Rita Lee.

*Imagens do texto: Reprodução da Internet*

Encontrou algum erro, tem uma sugestão ou quer falar com nossa equipe? Entre em contato por e-mail: [email protected]

CUPONS DE DESCONTOS AMAZON

Melhores lojas na Black Friday:

Amazon Brasil

Magazine Luiza (Magalu)

Aproveite os menores preços da internet:

+ Dica para economizar: Conheça “Mangos”, o aplicativo que te ajuda a ganhar dinheiro comprando
















Não copie, compartilhe! VirouPauta.com