Danielle não se contém e pede demissão após vencer o sétimo episódio do “MasterChef” - Virou Pauta

Danielle não se contém e pede demissão após vencer o sétimo episódio do “MasterChef”

Danielle não se contém e pede demissão após vencer o sétimo episódio do “MasterChef”
COMPARTILHE ESSA PAUTA!

Cozinheira amadora disse que vai realizar seu sonho de trabalhar com gastronomia

Na noite dessa terça-feira (25), a mineira Danielle, de 31 anos, surpreendeu a todos ao pedir demissão depois de ser eleita a melhor cozinheira do sétimo episódio do MasterChef Brasil.

Chefe de inovação de um hospital de câncer em São Paulo, ela contou ao Portal da Band que o pedido foi real e já era planejado. “Sonho em viver de gastronomia, por isso, há alguns meses, pedi demissão para viajar à França e lá trabalhar em uma escola, tendo como pagamento algumas aulas. No dia em que assinei a carta de dispensa, voltei para a minha mesa e descobri que as fronteiras estavam fechadas por causa da pandemia. Sem dinheiro, sem emprego e sem a viagem, o que fazer?”, se questionou. Diante da situação difícil, seu chefe sugeriu que ela continuasse na empresa prestando serviço temporário. “Chefe, desculpa, mas vou pedir demissão. É isso aqui que eu vou fazer. Tenho muito o que estudar e desejo ter uma experiência internacional para depois voltar ao Brasil e abrir meu cantinho, com comida brasileira, mas sem regionalismo”, afirmou.

Nascida em Governador Valadares, a participante aprendeu a elaborar pratos básicos com a mãe, considerada uma cozinheira de mão cheia. Mas foi aos 27 anos, quando passou uma temporada na Nova Zelândia, que ela realmente colocou a mão na massa. De volta ao país, viu no MasterChef a oportunidade de realizar seu grande sonho. A primeira tentativa de participação no talent show da Band aconteceu em 2019, porém não conseguiu passar na seleção. Persistente, voltou a se inscrever este ano e dessa vez deu certo. 

No primeiro desafio, Danielle acabou errando a massa do sonho, mas foi salva pelo recheio, que agradou o paladar de Henrique FogaçaPaola Carosella e Erick Jacquin e fez com que ela conseguisse uma vaga entre os finalistas. Entretanto, em um momento de tensão nos segundos finais da segunda prova, a concorrente se atrasou para colocar os três pratos no carrinho, o que deixou dúvidas se ela conseguiria entregar. Passado o estresse depois de jogar todos os ingredientes no chão, a competidora apresentou um guisado mediterrâneo que foi eleito o melhor da noite. “Era meu, tinha que ser meu. Sempre fico em segundo lugar na vida e isso vai mudar tudo”, disse animada.

Além de conquistar o troféu mais cobiçado da culinária brasileira, a vencedora ganhou R$ 5 mil do PicPay e doou a mesma quantia para o Educandário São João Batista, de Porto Alegre, que auxilia no tratamento e educação de crianças e adolescentes com deficiência. Ela ainda foi premiada com uma bolsa de estudos integral para graduação ou pós-graduação da Universidade Estácio, um dispositivo Echo e R$ 5 mil em compras no site amazon.com.br. A Brastemp também deu à campeã um forno da linha Gourmand, digno de um chef, e a Tramontina ofereceu um jogo de panelas profissional e um Kit Chef de facas.

*Imagens do texto: Reprodução da Internet*

Encontrou algum erro, tem uma sugestão ou quer falar com nossa equipe? Entre em contato por e-mail: [email protected]
















Não copie, compartilhe! VirouPauta.com